Primeiro transplante de córnea artificial do mundo
Reprodução/CorNet Vision
Primeiro transplante de córnea artificial do mundo

O israelense de 78 anos Jamal Furani voltou a enxergar após dez anos de cegueira graças a um transplante de córnea artificial . Este foi o primeiro procedimento do tipo bem-sucedido no mundo. 

O paciente fazia parte de estudos clínicos realizados pela startup israelense CorNet Vision, responsável pela criação da córnea artificial. O material sintético é capaz de se biointegrar ao olho humano, como explica a CNN.

O transplante é considerado um procedimento simples, e a expectativa é de que o paciente volte a enxergar horas após a cirurgia . No caso de Jamal, levou um dia para que ele reconhecesse os familiares e voltasse a ler.

Você viu?

“O procedimento cirúrgico foi direto e o resultado superou todas as nossas expectativas. O momento em que tiramos as bandagens foi emocionante e significativo. Momentos como este são o cumprimento de nossa vocação de médicos. Temos orgulho de estar na vanguarda desse projeto empolgante e significativo que sem dúvida impactará a vida de milhões", disse o médico Irit Bahar, chefe do Departamento de Oftalmologia do Rabin Medical Center Bahar, que realizou o procedimento, ao jornal Israel Hayom.

A startup diz que existem outros pacientes na fila à espera de córneas artificias , e a expectativa é tornar o procedimento viável em todo o mundo. Ainda não há, porém, uma previsão de quando o material poderá ser produzido em larga escala.

"Esperamos que isso permita que milhões de pacientes cegos em todo o mundo, em áreas onde não há prática corneana nem cultura de doação de órgãos, recuperem a visão", disse Gilad Litvin, diretor médico da CorNeat Vision.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários