O programa Artemis terá três fases.
Nasa
O programa Artemis terá três fases.

A Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, formalizou os planos de voltar à Lua em 2024. Serão necessários US$ 28 bilhões (mais de R$ 150 bilhões) para colocar em prática os planos da Artemis 3 , primeira missão de pouso lunar que deve contar com uma mulher na tripulação.

O valor total de US$ 28 bilhões inclui os custos para o financiamento do foguete SLS, da cápsula Orion, do sistema de aterrissagem e dos trajes espaciais.

O administrador da Nasa , Jim Bridenstine, pede que o Congresso aprove com urgência pelo menos a parcela do orçamento necessária para a construção do sistema de pouso. O valor é de cerca de US$ 3,2 bilhões — o equivalente a R$ 17 bilhões.

O último pouso de humanos na Lua aconteceu há 48 anos, em 1972, com a Apollo 17 .

"Estamos voltando à Lua para descobertas científicas, benefícios econômicos e inspiração para uma nova geração de exploradores", escreveu Bridenstine em nota.

A missão Artemis terá três fases. A primeira, em novembro de 2021, não contará com astronautas a bordo e será apenas um lançamento teste. Na segunda, em 2023, os profissionais irão para a órbita lunar. Na terceira e última fase, o pouso na Lua será autorizado.

Atualmente, a Nasa possui doze astronautas ativas. No início deste ano, mais cinco se formaram no curso de treinamento. Até o momento não foi divulgado o nome da primeira mulher  que irá pisar na Lua.

    Veja Também

      Mostrar mais