Asteróide
Reprodução/Nasa
Objeto passará perto da órbita da Terra, mas não é visto como um "perigo" pelos especialistas

Um gigantesco asteroide, maior do que o Monte Everest, passará pela Terra no final do mês de abril. Entretanto, a Nasa garante que não há motivos para preocupações e que a visita servirá apenas para que novos estudos sobre estes corpos celestes sejam realizadas.

Leia também: Caminhão entala na entrada de túnel e destrói viga de sustentação em São Paulo

O comunicado divulgado pela instituição trouxe novas informações sobre o asteroide . Apelidado de 52768 (1998 IR2), ele foi visto pela primeira vez há 22 anos e deve fazer sua aparição no próximo dia 29 de abril, passando a cerca de 6,2 milhões de quilômetros da Terra e com velocidade de 31,3 mil km/h.

"A descoberta da passagem do asteroide acontece após a instalação do nosso novo software de análise de dados, que facilita e acelera nossas buscas por objetos próximos da Terra . Isso mostra que nosso esforços estão sendo recompensados", afirmou Steven Pravdo, chefe da equipe do projeto NEAT.

Apesar do asteroide, que tem entre 1,6 e 4 quilômetros de tamanho, ser classificado como " potencialmente perigoso " pela proximidade com que passará pela órbita da Terra, os cientistas da Nasa garantiram que não há qualquer possibilidade de colisão.

Leia também: PF prende ex-secretário do governo Temer por envolvimento em esquema de Cabral

"Nosso principal objetivo é utilizar essa visita para pesquisar e descobrir novas formas de monitorar asteroides e cometas muito antes de sua aproximação da Terra", afirmou Eleanor Helin, também pesquisadora do projeto Neat.

    Veja Também

      Mostrar mais