Planeta

Dino nino
M. White/P. Bell/A. Cook/D. Barnes/T. Tischler/B. Bassam/D. Elliott
Concepção artística do Australovenator com uma presa: o novo espécime é aparentado com o T-Rex

Cientistas australianos anunciaram a descoberta de fragmentos de uma nova espécie de dinossauro terópode (grupo cujo membro mais famoso é o Tyrannosaurus rex ) no centro de Queensland, estado no nordeste da Austrália. Sua pesquisa foi publicada na revista “ Royal Society Open Science ”.

Leia também: Mulher relata agressão em restaurante de São Paulo: "Copo jogado no meu rosto"

Os restos incluem partes de duas vértebras, três ossos das patas dianteiras e traseiras e vários outros fragmentos ósseos não identificáveis.

A descoberta foi feita perto de onde havia sido encontrado um Australovenator wintonensis (outro terópode), um dos espécimes de dinossauros mais completos da Austrália.

Segundo pesquisadores da Universidade da Nova Inglaterra e da Universidade de Tecnologia Swinburne, a nova espécie tem alguma semelhança com o Australovenator , mas também diferenças importantes. Isso indica a presença de uma segunda espécie de terópode megaraptor no que é conhecido como Formação Winton.

    Algumas das principais características reconhecíveis dos terópodes megaraptors são antebraços robustos e patas alongadas de três dedos, com duas garras recurvadas aumentadas nos dedos I e II (para capturar e despachar presas) e uma garra de dedo III muito menor, presumivelmente usada para manipular presas; lâminas pequenas como dentes; e patas traseiras relativamente graciosas, construídas para correr.

    Leia também: 'Está tudo legal com o Fabio, vai continuar', diz Bolsonaro sobre secretário

    “Se correta, a última interpretação adiciona mais suporte às alegações anteriores de que os megaraptors eram o grande predador dominante em muitos ecossistemas terrestres australianos do meio do período Cretáceo”, escreveram os cientistas no estudo.

      Veja Também

      Mais Recentes

        Mostrar mais

        Comentários