undefined
Reprodução/Daily Mail
As nuvens podem até parecer algo "feito por alienígenas", mas a ciência tem uma boa explicação para o fenômeno


O céu da última segunda-feira (26) surpreendeu os moradores do México e de algumas cidades dos Estados Unidos. Afinal, por mais que nuvens sejam comuns em um céu noturno, não é sempre que elas surgem de forma colorida e muito brilhante, levantando suspeitas de que eram fruto de alguma estrutura de alienígenas.

Leia também: Estudo revela que 'Ata, a alien' era um feto humano que sofreu mutação genética

De acordo com a Fox 10 Phoenix , residentes dos estados americanos da Califórnia e do Arizona, assim como de algumas cidades do México, observaram o fenômeno e ficaram muito intrigados com a situação. Vídeos e imagens das nuvens viralizaram nas redes sociais e levantaram uma série de teorias de conspiração, que sugeriram desde a ideia de um foguete até a suspeita de alguma ação de alienígenas .

As nuvens coloridas, no entanto, podem ser explicadas de forma muito mais simples: o fenômeno é chamado de nuvem noctilucente, que também conhecido como nuvem da noite brilhante, possui esclarecimentos científicos. Segundo o Arizona Family News , as nuvens são finas, luminosas, normalmente coloridas e avistadas durante o período do crepúsculo.

Elas são composta de pequenos cristais de gelo, que são formados em partículas minúsculas de poeira, “possivelmente de origem cósmica”, explicou a Organização Mundial de Meteorologia.


Nuvens "arco-íris" na Austrália

Um evento que também chamou a atenção nos céus foi o das chamadas "nuvens arco-íris". O caso aconteceu em Darwin, na Austrália , quando uma espécie de "forro" de nuvens coloridas encobriu o céu da região, deixando os moradores maravilhados. Cientificamente chamado de "pilha", o fenômeno ocorre quando cristais de gelo refratam os raios do Sol .

Nas redes sociais, os residentes de Darwin registraram as nuvens, comparando-as com um "prisma de gelo gigante" e com um "manto multicolor". De acordo com o meteorologista do Bureau of Meteorology da Austrália, Peter Markworth, a pilha raramente é vista, pois depende de uma combinação específica de condições. "Isso só ocorre quando a luz solar difrata através de uma alta densidade de cristais de gelo, dobrando a luz e criando cores deslumbrantes", explica. 

Leia também: Cientistas descobrem grande quantidade de água em planetas parecidos com a Terra

Segundo Markworth, o fenômeno é muito semelhante às bolhas de sabão, já que possui uma bainha iridescente de arco-íris sob a luz. Ele afirma que esse tipo de nuvem "alienígena" se forma quando o vapor de água se condensa e congela, formando cristais de gelo uniformes devido à aceleração de uma tempestade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários