undefined
Reprodução/Youtube
Morador de Dearborn Heights afirmou que um objeto voador não identificado atravessou a Lua no segundo dia do mês

A Lua é protagonista de diferentes estudos científicos, sempre muito observada tanto por astrônomos quanto por ufologistas. Para estes, o satélite natural da Terra é um lugar propício para a aparição de objetos enigmáticos e vida extraterrestre, e no início deste mês de março, os ‘caçadores de alienígenas’ se animaram com um registro surpreendente, em que um suposto disco voador de cor escura aparece sobrevoando sua superfície.

Leia também: Nasa desenvolve "nave martelo" para evitar colisão com asteroide 'apocalíptico'

A filmagem, publicada por um canal no Youtube com enfoque em alienígenas, mostra um pequeno ponto atravessando a Lua , o que, para os estudiosos em acontecimentos paranormais, pode significar a existência de aliens no único satélite natural do planeta. Ao portal de investigações ufológicas  Mutual UFO Network (MUFON), um morador de Dearborn Heights, nos Estados Unidos, afirmou que um objeto voador não identificado (OVNI) pôde ser visto no segundo dia do mês.

“Eu estava filmando a lua cheia quando percebi uma pequena circunferência preta se movendo. Não sei identificar o que era, mas achei curioso. No vídeo, dá pra ver exatamente esse objeto passando de um lado para o outro”, conta a pessoa responsável pelo vídeo, que não teve a identidade revelada.

Leia também: Astrônomos encontram "Super-Terra" com grande chance de abrigar vida alienígena

Outras possibilidades

Para outros especialistas, o registro não se trata da aparição de um óvni, mas sim de algum fator natural do próprio satélite. Ao Daily Express , o pesquisador ufologista Scott Brando rebateu a sugestão, afirmando que "apesar de não identificado, o pequeno círculo atravessando a atmosfera lunar se parece com um balão, e até mesmo com um disco”.

Segundo ele, casos semelhantes já foram expostos por cientistas anteriormente, como o relatado também no início deste mês, onde uma esfera prateada foi detectada pelo Google Street View. A descoberta gerou grande polêmica na web, já que muitos internautas não se convenceram de que o circulo era uma evidência alienígena, afirmando ser apenas “uma gota de água na lente da câmera”.

Leia também: Com o dobro da idade do Sol, estrela que "não deveria existir mais" é descoberta

Para Brandon, mesmo que estudos sobre a presença de óvnis no espaço ainda sejam escassos e cheios de falha, a comunicação entre seres humanos e outras criaturas na Lua já é um grande passo dado, se referindo ao experimento realizado em 2014 por pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) e da agência espacial americana (Nasa), que descobriram ser possível levar conexão à internet sem fio (wi-fi) ao satélite, por meio de uma tecnologia de raios-laser.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários