Fóssil de dinossauro de 66 milhões de anos é descoberto por acaso nos EUA

O esqueleto pertence a um triceratops, espécie cujos fósseis são raramente encontrados na região, e deve ser exposto em um museu do Colorado
Foto: Reprodução/Facebook da Cidade de Thornton
A equipe de uma construtora trabalhava nas escavações de uma obra quando se deparou com o dinossauro


A equipe de uma construtora trabalhava tranquilamente quando percebeu algo estranho. Na última sexta-feira (25), durante as escavações para a construção de um órgão público, eles encontraram um enorme esqueleto enterrado na cidade de Thornton, no Colorado, nos Estados Unidos. Além das impressionantes dimensões do fóssil, a história ficou ainda mais interessante quando a equipe descobriu que aquele é, nada mais, nada menos, do que um dinossauro de pelo menos 66 milhões de anos.

Leia também: "Crocodilo esmagador de ossos": conheça um dos maiores predadores do Jurássico

Animados com a descoberta, os funcionários da construtora entraram em contato com o “Denver Museum of Nature and Science” e seu curador, Joe Sertich. O cientista e sua equipe estiveram no local na última segunda-feira (28) e confirmaram as suspeitas: aquele é o fóssil de um dinossauro .

Os especialistas perceberam algo ainda mais impressionante durante a sua análise. Aquele não é um fóssil qualquer, mas um triceratops , extremamente raro de ser encontrado. “Meu coração ficou disparado quando eu percebi que essa é uma importante descoberta”, explicou Sertich, de acordo com nota da prefeitura da cidade.

Foto: Reprodução/Facebook da Cidade de Thornton
Cientistas do Museu de Ciências e Natureza de Denver trabalham para remover o esqueleto do dinossauro do local


Esta foi uma situação "de sorte" para a ciência, já que a equipe conseguiu reconhecer o fóssil e chamou especialistas para lidarem com o caso. Na maioria das vezes, a ossada não é identificada e uma grande descoberta se perde sobre as construções de uma cidade.

Leia também: Cientistas descobrem a maior pegada de dinossauro do mundo (com 1,75 metros!)

Milhões de anos

Esqueletos do gênero não são difíceis de serem encontrados na região, porém, eles costumam pertencer aos animais da Era do Gelo – de 10 a 12 mil anos atrás. Dessa vez, a descoberta se trata de um fóssil muito mais antigo, de pelo menos 66 milhões de anos. “Esse é provavelmente um dos três esqueletos da espécie da Front Range [Cordilheira do Colorado]”, Sertich declarou.




Com a grande descoberta da paleontologia confirmada, a construtora interrompeu seus trabalhos e, agora, são os cientistas que atuam no local. Eles isolaram a área e devem estabilizá-la antes de expor a ossada e transportá-la para o Museu, onde o dinossauro ficará exposto.

Leia também: Pesquisadores descobrem fósseis de precursores de dinossauros no RS

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2017-09-01/raro-fossil-dinossauro.html