Parelheiros, Zona Sul de São Paulo
Heloisa Ballarini / SECOM
Parelheiros, Zona Sul de São Paulo


A Prefeitura de São Paulo promoveu, nesta sexta-feira (29), a última edição do programa Governo nos Bairros, com serviços de assistência social, saúde, trabalho e habitação para a população da Zona Sul. A ETEC Carolina Carinhato Sampaio sediou o evento que beneficiou moradores dos bairros Campo Limpo, Capela do Socorro, Cidade Ademar, Jabaquara, M´Boi Mirim, Parelheiros e Santo Amaro.

O objetivo desta iniciativa, executada em parceria com o Governo do Estado, é proporcionar, de forma prática e rápida, serviços e orientações para os habitantes de todas as regiões da cidade. As demais edições foram realizadas nas zonas Norte, Leste e Oeste.

O prefeito Ricardo Nunes destacou o sucesso da ação e a importância do trabalho conjunto dos poderes municipal e estadual.

“Pudemos potencializar o atendimento à população e identificamos situações que não estavam muito claras, como o direito ao Vale Gás (promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, o programa promove a transferência de renda para a compra de um botijão de gás de cozinha - GLP 13kg). Muitos não tinham conhecimento desse benefício”, declarou Nunes.

Durante esta última edição do Governo nos Bairros, os secretários municipais abordaram as atividades que serão executadas na Zona Sul da capital, como  Rubens Rizek, de Governo.

“Vamos fazer o aquático, sistema de transporte entre as represas Guarapiranga-Billings, o que atrairá milhares de pessoas. Também estamos pavimentando várias estradas, que são do Estado”, afirmou.

Rizek também anunciou a construção dos CEUs Cidade Ademar e Grajaú I e que, até o fim do ano, serão contratadas as edificações dos CEUs Campo Limpo- Pirajussara, Jardim Turquesa - Vila Ajuda e Grajaú 2. A consulta pública para o investimento de R$ 500 milhões, para a revitalização de sete parques na orla da Guarapiranga, com ligação por barcos, também foi mencionada por ele.

Segurança Urbana

De acordo com a secretária municipal Eliza Paulina, a Guarda Civil Metropolitana está atuando na localidade, juntamente com a Polícia Civil.

“Temos um contingente de 5.800 agentes, estamos contratando mais mil e 670 desses guardas passarão a atuar na Zona Sul”, anunciou.

A secretária ainda ressaltou as ações de proteção e educação ambiental, executadas naquela área, com ações de defesa das águas, com apreensão de objetos e resgate de animais silvestres, com viaturas especificas.

Assistência Social

Na área da Assistência e Desenvolvimento Social o secretário Carlos Bezerra destacou o trabalho realizado pelos 18 CRAS (Centros de Referência de Assistência Social), sete CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e os seis Centros Pop, destinados à população em situação de rua,

“O trabalho da Prefeitura e do Estado é importante para tirar as pessoas do risco social, protegê-las e inseri-las no mercado de trabalho”.

Saúde

Com o programa Avança Saúde foram investidos 7 milhões em três UPAS da região Sul: Jabaquara, Maria Antonieta e Parelheiros. E de acordo com o secretário municipal de Saúde, Luiz  Carlos Zamarco, há mais duas em licitação.

“Esta região conta com oito unidades de Saúde da Família e três consultórios de rua. Há os hospitais Parelheiros, Capela do Socorro e Santo Amaro. No hospital do M´Boi houve ampliação de cem leitos, 90 no Amparo Maternal e 20 UTIs no Hospital do Campo limpo. Há sete pólos curativos e três unidades do Hospital Dia””, disse

Traballho

A Zona Sul representa muito a diversidade da cidade, pois conta com vários setores como alta tecnologia, indústria farmacêutica, agricultura, ecoturismo e artesanato. Mas, de acordo com a secretária municipal Aline Cardoso, também há a desigualdade.

“Por isso que, juntos, Prefeitura e Estado estão trabalhando para prevenir a pobreza. Em 2020, por meio do Cate (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo), atendemos mais de 1,5 trabalhadores e qualificamos 140 mil. No ano passado,  foram 290 mil e, até agora, temos mais de 320 mil pessoas qualificadas em parceria com o estado.

A secretária ressaltou que a região é o pulmão da cidade e, por isso, os dois poderes estão atuando para gerar oportunidade de negócios na área da agricultura, da atividade rural e do ecoturismo.

Subprefeituras

Além das ações de limpeza de córregos e zeladoria, a construção de pinguelas é de extrema importância para a localidade. Trata-se de passarelas de pedestres, que unem terrenos e possibilitam economia de tempo durante os deslocamentos.

“Essas pequenas intervenções proporcionam qualidade de vida”, afirmou Alexandre Modonezi, secretário municipal das Subprefeituras.

Entre as ações combatidas na região pela Prefeitura e Sabesp, Modonezi destacou o descarte de lixo, que provoca alagamento.

“A parceria entre ambas as esferas possibilita melhorar esta área, que tem recebido grandes investimentos. Parelheiros, por exemplo, recebeu R$ 200 milhões para o escoamento de sua safra, o maior investimento da história das Subprefeitutas”.


Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários