Material apreendido durante operação na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro
Reprodução - 24.05.2022
Material apreendido durante operação na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro

O presidente Jair Bolsonaro exaltou nas redes sociais na noite desta terça-feira a operação conjunta do Batalhão de Operações Policiais (Bope), da Polícia Militar, e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Vila Cruzeiro , Complexo da Penha, Zona Norte do Rio, que resultou em 22 mortes, entre elas uma moradora.

Na publicação, Bolsonaro deu "parabéns aos guerreiros do BOPE e da Polícia Militar do Rio de Janeiro", dizendo que eles "neutralizaram pelo menos 20 marginais ligados ao narcotráfico em confronto, após serem atacados a tiros durante operação contra líderes de facção criminosa".

"A operação vinha sendo planejada há meses e os agentes de segurança monitoravam os passos de chefões do tráfico com objetivo de prendê-los fora da comunidade, o que não foi possível devido ao ataque da facção, fazendo-se necessário o uso da força para conter as ações", escreveu Bolsonaro.

O presidente afirmou que parte dos alvos da operação foi responsável pelo assassinato de 13 agentes de segurança pública somente em 2022 .

'"Especialistas" omitem essas informações com o intuito de demonizar aqueles que arriscam suas vidas por nós', criticou Bolsonaro, listando os números da operação. "A ação integrada resultou ainda na apreensão de grande quantidade de drogas; 13 fuzis, 4 pistolas e 12 granadas; além de recuperar 30 veículos roubados."

Por fim, Bolsonaro disse lamentar pela morte da moradora e fez crítica à cobertura da imprensa.

"Lamentamos pela vítima inocente, bem como pela inversão de valores de parte da mídia, que isenta o bandido de qualquer responsabilidade, seja pela escravidão da droga, seja por aterrorizar famílias, seja por seus crimes cruéis."

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) instaurou um procedimento investigatório criminal para apurar as circunstâncias das mortes ocorridas durante a operação. O Ministério Público Federal (MPF) também investigará a participação dos agentes da PRF na ação.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários