Suboficial da Marinha foi assassinado na entrada do Túnel Rebouças
Reprodução - 20.04.2022
Suboficial da Marinha foi assassinado na entrada do Túnel Rebouças

Uma testemunha que presenciou o momento em que o suboficial da Marinha Fábio Rafael Lima da Costa, de 41 anos,  foi executado durante um assalto narrou ao GLOBO detalhes da ação. O crime aconteceu na noite desta terça-feira, próximo à entrada do Túnel Rebouças, na Zona Norte do Rio. Moradora da região, a mulher flagrou o tiroteio da própria janela.

"Não deu para ouvir muito até os tiros começarem, quando o rapaz saiu da moto para reagir. No momento em que ele desceu, já vieram os primeiros disparos. Aí passaram uns 30 segundos, mais ou menos. Voltaram e atiraram mais umas cinco vezes, mesmo com ele já caído" diz a testemunha, que viveu momentos de tensão: "esse momento eu saí e me abaixei, não fiquei mais na janela. Só uns cinco minutos depois é que voltei a olhar, quando já estavam chegando Polícia Civil, peritos..."

A mulher conta que não é a primeira vez que ela presencia situações como essa na região — "já virou até costume, nunca teve polícia", lamenta. Para a moradora do Rio Comprido, a sensação que fica é a de temor:

"No viaduto volta e meia tem troca de tiro. E já assaltaram o meu prédio, então tenho muito medo de chegar tarde em casa e ser abordada por alguém."

A investigação ficará a cargo da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC). Agentes da especializada seguiram para o local logo após a execução, onde fizeram a perícia e buscaram imagens de câmeras de segurança e testemunhas que possam ajudar na identificação dos assassinos.

Leia Também

Informações preliminares apontam que três criminosos participaram da ação, divididos em duas motos. O suboficial teria reagido à abordagem dos assaltantes. Ainda de acordo com esse primeiro relato, um major reformado da Polícia Militar que passava pelo local também entrou em confronto com os ladrões. Ferido sem gravidade no braço esquerdo, o militar, de 60 anos, foi socorrido para o Hospital Central da corporação.

Atingido por ao menos três tiros disparados pelo assaltante, Fábio Rafael, que também estava em uma moto, chegou a ser levado em estado grave para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo informações fornecidas pela unidade de saúde, o militar chegou ao hospital já em óbito, com múltiplos ferimentos à bala no peito, na cabeça e na barriga.

Um vídeo com imagens fortes que circula nas redes sociais traz o momento em que o suboficial é executado. A gravação mostra vários carros parados no trânsito devido à ação do criminoso. É possível ver um homem em pé atirando em outro, caído no chão, que usa um capacete. O homem atira ao menos quatro vezes contra a vítima, que permanece no chão.

Em nota, enviada na manhã desta quarta-feira (20), a Polícia Militar informa que, na noite de terça-feira (19), agentes do 4º BPM (São Cristóvão) estavam em patrulhamento quando foram acionados. A equipe, então, encontrou a vítima "ferida por disparo de arma de fogo caída na via". Os Bombeiros já estavam prestando socorro, no entanto, o militar não resistiu. Ainda segundo a nota, "durante atendimento desta ocorrência, um policial militar da reserva relatou que passava pelo local no momento da ação criminosa sendo também ferido e foi socorrido ao Hospital Central da Polícia Militar, onde recebeu atendimento e foi encaminhado para a 6ª DP após a alta médica".

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram  e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários