Defesa de Torres cita risco de suicídio e faz novo pedido de soltura
redacao@odia.com.br (Agência Brasil)
Defesa de Torres cita risco de suicídio e faz novo pedido de soltura

O Ministro do Supremo Tribunal Federal , Alexandre de Moraes, ordenou que o Secretário de Administração Penitenciária do Distrito Federal avalie se o local onde Anderson Torres está preso em Brasília tem as condições necessárias para garantir a saúde do ex-ministro da Justiça.

Moraes também pediu uma análise para se considerar a transferência de Torres para um hospital penitenciário .

De acordo com a defesa de Torres, seu estado mental está enfraquecido, com lapsos frequentes de memória e dificuldade cognitiva.

Essa foi a justificativa dada quando ele forneceu senhas falsas para a Polícia Federal acessar sua nuvem (arquivo virtual) nesta sexta-feira (28).

Os advogados de Torres alegaram que ele pretendia colaborar com a investigação, mas os dados que ele forneceu não funcionaram. Laudos foram anexados comprovando seu problema de saúde. 

  • O pedido de liberdade foi rejeitado pelo ministro Luis Roberto Barroso

A decisão de Moraes frustrou a defesa de Torres que pedia a liberdade do ex-ministro da Justiça. Os investigadores esperavam que Torres colaborasse com as investigações, mas o envio de senhas erradas para acessar a pasta de arquivos de Torres deixaram os procuradores ainda mais estressados. 

  • O ex-ministro da Justiça é investigado por suposta omissão nos atos golpistas de 8 de janeiro e está detido desde 14 de janeiro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Mais Recentes

      Comentários

      Clique aqui e deixe seu comentário!