Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo (esq.) e Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República (dir.)
Foto: Ricardo Stuckert - 05.04.2022
Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo (esq.) e Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República (dir.)

O presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, confirmou em uma entrevista, nesta terça-feira (05), ao canal de TV CNN Brasil que a legenda irá fazer a indicação oficial ao Partido dos Trabalhadores (PT) da pré-candidatura de Geraldo Alckmin à vice-presidência da República e que isso ocorrerá durante um evento na manhã de sexta-feira (8), em um hotel de São Paulo.

Lula, em entrevista à rádio Lagoa Dourada nesta terça-feira (5), deu declarações sobre a chapa com ex-governador de São Paulo. “Então eu e o Alckmin podemos estar juntos na chapa. Eu vou ter uma reunião na sexta-feira em que o PSB vai propor o Alckmin de vice e isso nós vamos levar para discutir no PT. E você pode ficar certo que, se nós estivermos juntos, vamos reconstruir o Brasil, porque somos dois democratas, gostamos da democracia, exercemos a democracia e temos como prova o exercício dos nossos mandatos.”

Nas redes sociais o ex-presidente do país fez um post, falando sobre as mudanças que ocorreram com ele e com Alckmin, e as  adversidades em antigas disputas à presidência "Eu mudei, o Alckmin mudou e o Brasil mudou. Eu fui adversário do Alckmin, não inimigo. Feliz era o Brasil que tinha disputa entre dois partidos democráticos, porque existia debate civilizado, sobre programa de governo." 


Leia Também




Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários