Márcio França diz que tem menos rejeição que Fernando Haddad no estado de São Paulo
Edilson Dantas/Agência O Globo - 16.10.2020
Márcio França diz que tem menos rejeição que Fernando Haddad no estado de São Paulo

O ex-governador de São Paulo Márcio França afirmou nesta quinta-feira que a  decisão de João Doria de abandonar a pré-candidatura à presidência da República pelo PSDB vai dar ainda mais gás para a sua campanha ao governo do estado. "Eu sou o anti-Doria", afirma.

Ao GLOBO, França diz ter certeza que o movimento do governador de São Paulo será de tentar a reeleição e que seu nome é o mais forte dentro da esquerda para derrotá-lo numa eventual disputa em segudo turno em detrimento do de Fernando Haddad (PT).

"Com isso, eu me fortaleço. Agora que eu não largo mão da minha candidatura mesmo, eu sou o "anti-Doria"  e ele vai ser candidato a governador. Pra cima deles." disse.

França e Haddad querem disputar o Palácio dos Bandeirantes, mas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já deu recados públicos de que prefere Haddad.

Leia Também

França afirma que tem um acordo com o Lula e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

"Para o Lula é melhor porque é um adversário (Doria) a menos, forte em São Paulo, e tudo indica que possa vir o Eduardo Leite, que é do Rio Grande do Sul, portanto tem uma base mais bolsonarista, isso pode ajudar o PT" afirma.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários