Passageiro tentou despachar gasolina em voo
Reprodução/Twitter @bingrbvc 28.03.2022
Passageiro tentou despachar gasolina em voo

Depois do caso do passageiro que tentou levar um botijão de gás num voo da GOL, a questão dos Artigos Perigosos em viagens de avião voltou a ser comentada nesta semana.

Isso porque outro caso semelhante provou que o risco por itens perigosos mostra-se desconhecido pelos tripulantes brasileiros: desta vez, o objeto transportado era nada menos que gasolina, extremamente inflamável e perigoso para transporte.

O caso ocorreu neste sábado (26). O passageiro foi até o check-in de uma companhia aérea (ainda não identificada) para despachar uma caixa. Seguindo o procedimento padrão, uma funcionária pediu para abrir a caixa, e notou que ela estava com recipientes de óleo automotivo, que dependendo do tipo, pode ser inflamável e não pode ser despachado.

Entretanto, antes mesmo que a funcionária conferisse o rótulo do óleo, de ela sentiu um cheiro forte e indagou o passageiro. O passageiro revelou que o líquido dentro dos recipientes era gasolina. Ela registrou o acontecido, que foi compartilhado nas redes sociais:

Leia Também

Seguindo a regulamentação da ANAC, o embarque da caixa foi negado e ela teve que ser descartada.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários