Petrópolis
Fernando Frazão/Agência Brasil
Petrópolis

O Corpo de Bombeiros iniciou o sexto dia de buscas por desaparecidos em decorrência do temporal que atingiu Petrópolis, na Região Serrana do Rio . Durante a madrugada desta segunda-feira, as equipes de resgate localizaram quatro corpos em uma casa soterrada na Vila Felipe. Segundo o Bom Dia Rio, da TV Globo, a família estava toda em um só cômodo, e três morreram abraçados.

A Prefeitura de Petrópolis informou nesta manhã que vai limitar o acesso a pontos sensíveis da cidade apenas para o Corpo de Bombeiros. A decisão foi anunciada pelo prefeito da cidade, Rubens Bomtempo, em entrevista à 'Globonews', no domingo. Bomtempo, afirmou que as equipes atuarão com "mais celeridade" e menos risco, uma vez que ainda há pontos com terreno instável, como é o caso do Morro da Oficina, que fica no bairro Alto da Serra, área mais atingida pela tragédia.

Durante a madrugada, os bombeiros chegaram a suspender as buscas por desaparecidos no Morro da Oficina, por conta de uma forte ventania. A força-tarefa foi retomada às 7h. Até o momento, voluntários, bombeiros e até mesmo populares têm se misturado em pontos estratégicos do socorro às vítimas.  Ainda há 117 pessoas desaparecidas, e 176 mortes confirmadas.

Previsão do tempo


O tempo instável permanece em Petrópolis e nas outras cidades da Região Serrana pelo menos até quarta-feira, quando o sol deve começar a abrir.
O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) prevê tempo nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas para esta segunda-feira, principalmente à tarde e à noite, com umidade mínima de 60%; na terça, tempo encoberto com chuva isolada, também com mínimo de 60% de umidade.

Na quarta e na quinta, o sol deve voltar a aparecer, mas a previsão ainda é de muitas nuvens com pancadas de chuva isoladas.


A previsão do tempo para as cidades de Nova Friburgo e Teresópolis também é de pancadas de chuva isoladas entre segunda e terça-feira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários