Eduardo Bolsonaro diz que entrará com pedido de cassação de Kim
Twitter/ @kimkataguiri
Eduardo Bolsonaro diz que entrará com pedido de cassação de Kim

As desastrosas declarações do deputado federal Kim Kataguiri (Podemos) no 'Flow Podcast', na última segunda, criaram uma improvável 'aliança' no Congresso entre parlamentares do PT e Eduardo Bolsonaro (PSL).  Depois de a bancada do PT anunciar os trâmites para a entrada com um pedido de cassação contra Kataguiri, o filho '03' do presidente Jair Bolsonaro confirmou que também protocolará o pedido no Conselho de Ética da Casa.

Alvos de inquérito na Procuradoria Geral Geral da República para apurar suposta prática de crime de apologia ao nazismo, Kim Kataguiri e Monark, apresentador demitido do 'Flow Podcast' após defender a criação de partidos nazistas no Brasil, também são investigados pela Polícia Civil de São Paulo pelo mesmo motivo.

A informação foi foi confirmada pelo senador e presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, Humberto Costa (PT-PE). "É inaceitável que alguém eleito pelo voto defenda o nazismo, um regime que matou mais de seis milhões de judeus. Quem jura defender a Constituição não pode ultrajar, exaltando sistemas genocidas, valores que para ela são sagrados, como a dignidade humana e o direito à vida", postou Costa em sua conta pessoal no Twitter.

Pelas redes sociais, Eduardo Bolsonaro se posicionou: "Neste momento protocolando ofício para a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, para que o presidente Arthur Lira abra processo no Conselho de Ética contra as declarações em defesa do nazismo feitas pelo deputado Kim Kataguiri", publicou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários