Carro de som com mensagens antivacina foi visto em ruas de Novo Hamburgo
Reprodução
Carro de som com mensagens antivacina foi visto em ruas de Novo Hamburgo

Ao menos dois carros de som que divulgam mensagens contra a vacinação infantil foram vistos na manhã desta quarta-feira em bairros do município de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Os dois veículos circulavam no centro da cidade e nos bairros Rondônia e Liberdade e foram denunciados por moradores à prefeitura.

"Nós todos temos o dever de saber que não é obrigatória a vacina experimental em nossos filhos", diz o aúdio, conforme mostra uma das filmagens feitas por moradores. A mensagem afirma ainda que escolas não podem impedir acesso de crianças não vacinadas às salas de aulas. A gravação diz também que os fabricantes não se responsabilizam pelos efeitos do medicamento.

Denúncias e gravações da passagem do carro foram enviadas para a prefeitura de Novo Hamburgo. O prefeito do município, Márcio Luders, criticou, em nota, o episódio:

— Não se justifica mensagens antivacina e contra a ciência que estão circulando na região. Isso é uma atitude contra o Brasil — disse.

O secretário municipal de Saúde do município, Naasom Luciano, criticou a divulgação de informação falsas sobre a vacinação de crianças:

— Contra a ciência não há argumentos. A verdade é que, na medida que a vacinação vai avançando, observa-se queda no número de mortes e internações. As vacinas já se mostraram seguras. Quem ama protege e vacina — disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários