Gado em assentamento na zona rural de Esperantina que sofre com a cheia no rio Tocantins
Reprodução
Gado em assentamento na zona rural de Esperantina que sofre com a cheia no rio Tocantins

Moradores de 36 cidades do  Tocantins foram afetados pelas chuvas, segundo informações da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil. Na zona rural de Esperantina, ao norte do estado, o gado foi cercado pela água chegando a ser arrastado nas laterais de barcos por moradores.

Na região do Bico do Papagaio, os rios e córregos transbordaram após fortes chuvas registradas desde a semana passada.

O governador em exercício do Tocantins, Wanderlei Barbosa, decretou ontem  situação de emergência em razão de enchentes, inundações e alagamentos. A medida determina a mobilização de todas as secretarias para socorrer as vítimas e autoriza a contratação emergencial de produtos e serviços sem licitação.

As imagens do gado arrastado, divulgadas pelo G1, são de assentamentos próximos ao rio Tocantins. De acordo com as informações, a situação é crítica nas comunidades de Lago Preto, Embaúba e Boa Esperança.Todas as famílias tiveram que deixar as casas, com água já na janela e se refugiar com parentes na cidade.

Leia Também

O último balanço da Defesa Civil registra um total de 296  desabrigados,  pessoas que perderam seus imóveis e precisam de apoio do poder público. Há também 236 pessoas desalojadas que também perderam os imóveis, mas foram alocadas em casas de familiares.

No caso do município de Esperantina, a Defesa Civil ainda não tem informações sobre a população afetada pela enchente. O gado está sendo retirado pelos fazendeiros e levado para áreas um pouco mais elevadas. As estradas rurais estão com trechos de até 8 km debaixo d'água e os bois não conseguiriam nadar essa distância toda.

De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros Militar e da Defesa Civil, a situação está sob controle e a tendência para os próximos dias é que os níveis das águas baixem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários