Ministra Damares Alves
Alan Santos/ PR
Ministra Damares Alves

O governo federal gastou pelo menos R$ 228 mil para enviar a comitiva da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, para a Suíça no mês passado. A visita à Genebra foi para prestigiar o primeiro aniversário da Declaração Consensual de Genebra, uma aliança internacional contra o aborto patrocinada por Donald Trump, ex-presidente americano. A informação é do Guilherme Amado, do Metrópoles.

As diárias e passagens do grupo custaram R$ 194 mil aos cofres públicos. O Itamaraty gastou R$ 34 mil em logística.

O Brasil é um dos 30 signatários da Declaração. A lista conta com países como Hungria, Polônia, Omã, Djibuti, Uganda e Indonésia. Dentre estes, alguns punem homossexuais por se relacionarem. 

Um dos objetivos do documento é garantir que “em nenhum caso o aborto seja promovido como um método de planejamento familiar.”

Leia Também

A comitiva contou com a ministra Damares e o ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Além deles, mais seis pessoas integraram a equipe:  Ângela Gandra, secretária da Família, e cinco assessores.

O atual presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, já revogou a participação do país no acordo. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários