Golpe da maquininha era feito por taxista no Rio de Janeiro
Reprodução
Golpe da maquininha era feito por taxista no Rio de Janeiro

Um taxista foi preso por policiais da 10ª DP (Botafogo) e da 21ª DP (Bonsucesso), nesta sexta-feira (3), na Linha Amarela. O homem é acusado de furtar os passageiros quando esses realizavam o pagamento das corridas com cartões de débito ou crédito. A captura foi possível após levantamento de dados de inteligência e monitoramento, diz a Policia Civil.

De acordo com os agentes, ele digitava um alto valor na máquina de cartão com tela escurecida propositalmente e informava ao cliente que o aparelho estaria com problema. Com o objetivo de aplicar o golpe, o preço correto da viagem era mostrado no celular que, segundo o taxista, estaria conectado à maquina. Assim, o homem convencia os passageiros a digitarem a senha.

O criminoso é investigado, desde 2019, em dezenas de ações com a mesma dinâmica. Uma das investidas do taxista, com a finalidade da prática de furto, se transformou em roubo no momento em que a vítima percebeu, ainda no interior do veículo, a subtração indevida de valores de sua conta bancária, que apresentava o débito de quantia desproporcional ao valor cobrado pela corrida.

Leia Também

Segundo os policiais, o homem possui 28 anotações criminais. Contra ele, foram cumpridos mandados de prisão pelos crimes de roubo e de estelionato. O detido foi encaminhado ao sistema prisional.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários