O Governador João Doria no segundo debate das prévias do PSDB, promovido pelo Estadão
Divulgação
O Governador João Doria no segundo debate das prévias do PSDB, promovido pelo Estadão

O PSDB realizou hoje mais um debate para as prévias para a escolha do representante do partido na corrida presidencial de 2022. Participaram João Doria, governador de São Paulo, Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, e Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus. 

Doria disse que o PSDB sairá unido e convocou os tucanos a votarem no dia 21 de novembro para construírem juntos a “melhor via” em 2022

O partido definirá, no próximo dia 21 de novembro, o candidato tucano que disputará a Presidência da República. Também participaram os outros dois postulantes tucanos, Arthur Virgílio e Eduardo Leite. Antes de começar, os três candidatos posaram para uma foto juntos.

Prévias fortalecem, não enfraquecem. O PSDB pratica a democracia e sairá unido”, declarou João Doria, no debate. O governador disse estar seguro de que o PSDB sairá "mais fortalecido" desta eleição interna para apresentar aos brasileiros "a melhor via". Doria é vencedor das duas prévias já realizadas pelo PSDB e ganhou as eleições em 2016 (Prefeitura) e 2018 (Governo) em São Paulo.

Ele trouxe ao debate propostas para o país, apresentou resultados de sua gestão no Estado e defendeu desenvolvimento econômico com proteção social, políticas públicas para as mulheres e para a geração de emprego. "Nós precisamos de um país que desestatize sua economia, proteja os mais pobres e priorize a educação", declarou.

Em outro momento do debate, Doria falou sobre prioridades para o próximo Presidente da República, no Brasil pós-pandemia. “Ao lado da geração de empregos, educação sempre será prioridade nos nossos governos”. O Governo de São Paulo gerou 704 mil empregos diretos este só este ano de 2021, mesmo com pandemia. Até 2022, São Paulo terá um total de 8 mil obras em andamento, totalizando R$ 50 bilhões de investimento, 200 mil empregos gerados com investimento público, além do estímulo à atração de investidores estrangeiros com os escritórios de São Paulo em outros países, como a China. 

Leia Também

Leia Também

Realizações

No governo de São Paulo, Doria criou o Bolsa do Povo, que atende mais de 1 milhão de pessoas, Alimento Solidário, Vale Gás, Dignidade íntima, SOS Mulher, Empreenda Mulher, entre outros. 

Também na gestão Doria, o número de escolas de tempo integral saltou de 364 para 2.030 unidades. E saiu de 115 mil alunos para mais de 1 milhão. Para o governador, investir em educação é contribuir para a redução da desigualdade.

O governador costuma lembrar que conseguiu realizar tantas entregas para a população sem “furar o teto”. E, no debate, condenou mais uma vez a PEC dos Precatórios. "Não faz o menor sentido o partido que criou o Plano Real e fez ajuste fiscal apoiar essa prática execrável do rompimento do teto de gastos".

Doria também destacou que, há três anos à frente do Governo do Estado, tem elevado os níveis de transparência da sua gestão. "Praticamos transparência absoluta com o dinheiro público em São Paulo. É o que se espera de um governo honesto, decente, de um governo do PSDB".

Prévias

O governador João Doria já visitou 20 estados brasileiros pelas prévias, dos quatro cantos do país. No próximo dia 16 de novembro, encerrará sua campanha em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ao lado de lideranças políticas gaúchas e da militância.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários