Wesley Pessano exibe seu carro
Reprodução/Instagram
Wesley Pessano exibe seu carro

 Policiais da 125ª DP (São Pedro da Aldeia) prenderam, nesta terça-feira, em Guarapari, no Espírito Santo, Ananias da Cruz Vieira. Ele estava com a prisão temporária decretada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e é suspeito de ter participado do recrutamento dos executores do trader, investidor de criptomoedas e youtuber Wesley Pessano, de 19 anos . A vítima foi morta a tiros, no início de agosto, quando dirigia um Porsche, em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos.

De acordo com a investigação da 125ª, Ananias também é suspeito de ser um dos responsáveis pelo pagamento dos executores do crime. Eles teriam recebido R$ 40 mil pelo assassinato. Até agora, oito pessoas suspeitas de participarem do homicídio já foram presas. No entanto, Fábio Natan do Nascimento, também suspeito de participar da execução, ainda encontra-se foragido.

Nesta terça-feira, os policiais também cumpriram adois mandados de busca e apreensão em endereços de Rio das Ostras, na Região dos Lagos. A polícia não divulgou o que teria sido apreendido nos dois locais.

Leia Também

Leia Também

Segundo a polícia, uma das linhas investigadas no assassinato é a de que morte de Wesley Pessano tenha sido motivada por uma guerra envolvendo a disputa pelo mercado de investimento na Região dos Lagos. Um Voyage prata, usado no assassinato do investidor de criptomoedas, também já foi apreendido pela polícia. O veículo era clonado e havia sido roubado em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários