Pastor Huber Carlos Rodrigues
Reprodução Redes Sociais
Pastor Huber Carlos Rodrigues

Morto desde sexta-feira (22) por complicações cardiovasculares, o corpo do pastor Huber Carlos Rodrigues ainda não foi liberado pela esposa para o enterro. Isso porque o religioso assinou um documento em 2008 afirmando que ressucitaria no terceiro dia. As informações são do G1.

No documento, o pastor diz que teve divinas revelações do Espirito Santo e que, por um  “mistério de Deus”, ressuscitaria às 23h30 do terceiro dia pós-morte. O prazo se encerra nesta segunda-feira (25).

Até o momento, o corpo está refrigerado na funerária da cidade enquanto aguarda o prazo em respeito ao pedido da viúva.

“Minha integridade física tem que ser totalmente preservada, pois ficarei por três dias morto, sendo que no 3ª dia, eu ressuscitarei. Meu corpo durante os três dias não terá mau cheiro e nem se decomporá, pois o próprio Deus terá preparado minha carne e meu cérebro para passar por essa experiência”, escreveu no documento.

Leia Também

Apesar de não regitrada em cartório, o documento foi assinado por duas testemunhas. 

À TV Anhanguera, a Prefeitura de Goiatuba disse que a Vigilância Sanitária notificou, nesta segunda-feira, a funerária a realizar o sepultamento imediato do corpo, conforme orienta resolução sobre o Controle e Fiscalização Sanitária do Translado de Restos Mortais Humanos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários