Moradores relataram a tempestade nas redes sociais
Reprodução/redes sociais
Moradores relataram a tempestade nas redes sociais

Uma tempestade de areia invadiu o município de Franca, localizada a 313 km de São Paulo, nesse domingo (26) . O fenômeno assustou moradores da região, que registraram o acontecimento nas redes sociais.

A Defesa Civil informou que a falta de chuvas, o solo seco do local e as fortes rajadas de vento a quase 100 km/h fizeram com que a poeira se levantasse, causando a tempestade.

O fenômeno é comum em países da Ásia, onde é conhecido por "haboob". Segundo a meteorologista Estael Sias, da MetSul, ele também pode ser causado por temporais de chuvas com ventos fortes que, ao entrarem em contato com o solo seco, encontram resquícios de queimada, poeira e vegetação, criando uma espécie de "rolo compressor" de sujeira.

De acordo com a especialista, a tempestade pode atingir até 10 quilômetros de altura.

"Primeiro, vem a nuvem de temporal e tempestade, que gerou a corrente de vento mais horizontal e bagunçou todos esses detritos. Como faz meses que não chove naquela região, tem muita poeira, o solo e a vegetação estão secos, e as queimadas também contribuíram", explica Estael.

Embora a meteorologista afirme que este é um evento natural devido às condições do clima, ela também informa que não é tão comum no sudeste do Brasil. "O vento que segue da tempestade vai ajudando a espalhar mais essa areia e ela se dissolve, como o processo do nevoeiro, que é lento mas ajudado pelo próprio vento".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários