Sem opção de drive-thru, neto precisou levar a avó no colo
Reprodução
Sem opção de drive-thru, neto precisou levar a avó no colo

Um homem precisou carregar sua avó de 102 anos no colo para que ela pudesse tomar a dose de reforço da vacina contra Covid-19. O caso aconteceu em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no Distrito Federal.

Em vídeo publicado nas redes sociais, o neto aparece com a avó no colo e explica que a unidade não aceitou vacinar a senhora no carro. "O posto não me deixou entrar com minha avó para vacinar, porque disse que não era drive-thru. Isso aqui é uma vergonha", disse o neto. Confira:

Ao entrar no posto, os funcionários reclamam do homem estar filmando a situação. Em resposta, o neto diz que a avó conseguiu tomar as duas primeiras doses no sistema drive-thru e que a situação é "questão é consciência". 

A Secretaria Estadual de Saúde do Distrito Federal informou em nota que os funcionários da unidade ofereceram uma cadeira de rodas para o homem, mas ele não aceitou. A Diretoria de Atenção Primária da Região Sudoeste (Diraps) alegou que o manejo da vacina deve ser feito de acordo com o que é recomendado e que os funcionários não devem transpostar de um local para outros as bandejas para aplicação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários