Jackson Vilar, ex-bolsonarista organizador da motociata de SP
Reprodução
Jackson Vilar, ex-bolsonarista organizador da motociata de SP

Jackson Vilar, ex-bolsonarista que organizou a motociata realizada em São Paulo em julho deste ano, gravou um vídeo publicado nas redes sociais criticando o presidente da República pela nota de recuo divulgada ontem (9) após almoço com o ex-presidente Michel Temer. Na postagem, ele diz que Bolsonaro é "traidor da pátria" e "não merece respeito".

No vídeo, Vilar diz chama Doria de "calça apertada" e se refere a Bolsonaro como "calça frouxa de Brasília". Ele também  elogiou o caminhoneiro Zé Trovão e sugeriu o nome como opção para a presidência da República.


"Onde já se viu mandar recuar? Eu fui processado várias vezes defendendo o Bolsonaro, mas agora eu te digo: eu não acredito mais", disse. "Bolsonaro, a partir de hoje eu quero que você vá à merda!".

Vilar costuma se manifestar de forma extrema nas redes sociais. O ex-apoiador, que se identifica como pastor, já chegou a ameaçar usar a violência contra indígenas que estão protestando contra o Marco Temporal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários