A família segue em tratamento médico após 20 dias no hospital
Arquivo Pessoal/Benta Correa
A família segue em tratamento médico após 20 dias no hospital

Por falta de dinheiro para comprar um botijão de gás, uma família de Anápolis, no interior de Goiás, ficou com graves queimaduras no corpo ao usar álcool para fazer o almoço. 

Benta Maciel Correa e Israel Rosa estavam na casa do cunhado quando o produto inflamável explodiu. O acidente aconteceu no dia 7 de agosto e todos ficaram internado por 20 dias no Hospital de Queimaduras de Anápolis. 

“Era aniversário do meu cunhado, não tinha botijão de gás, só faltava cozinhar o feijão. Meu marido estava com o galão de álcool na mão, quando coloquei o fogo com o papel e o galão explodiu”, explicou Benta em entrevista para o G1. 

Benta também relatou que o fogo se espalhou rapidamente e acabou atingindo a sobrinha de 10 anos e parte da casa. Ela e o esposo ficaram na UTI e agora que estão em casa precisam de ajuda para continuar o tratamento. 

Benta é funcionária doméstica e Israel é entregador, mas ambos estão impossibilitados de trabalhar. Eles estão contando com ajuda de parentes para comprar as pomadas manipuladas, elas custam cerca de R$200. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários