Bolsonaro em entrevista à rádio Farol, de Alagoas
Reprodução/redes sociais
Bolsonaro em entrevista à rádio Farol, de Alagoas


Em entrevista à rádio Farol, de Alagoas, nesta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que a  vacina contra a Covid-19 não será obrigatória. Ele disse também que até dezembro deste ano todos os "voluntários" com mais de 18 anos devem estar vacinados, fazendo com que o Brasil entre em "plena fase de normalidade". 

Na segunda-feira (23), Bolsonaro afirmou que o Ministério da Saúde deve anunciar em breve que o uso de máscaras será opcional no país. Durante a entrevista à rádio, o presidente voltou a dar indícios dessa decisão.

"Nós, hoje em dia, já vacinamos bem mais que a metade da população acima de 18 anos, população adulta e estamos na iminência, via Ministério da Saúde, sugerir que o uso de máscara seja opcional", disse Bolsonaro. Vale lembrar que para que a pandemia seja controlada uma alta cobertura vacinal é essencial.

Você viu?

"O objetivo da vacina também é diminuição da circulação do vírus, o que se consegue na progressão da cobertura e com isso a diminuição no surgimento de novas cepas variantes", disse o médico infectologista Paulo Rezende em  entrevista recente ao iG Saúde.

Bolsonaro disse também que nenhum governador comprou uma dose sequer do imunizante e que todas elas foram compradas pelo governo federal.

"Esperamos que, até o final de novembro, todos os voluntários, porque, para nós, a vacinação é para quem for voluntário. Da nossa parte, não obrigaremos ninguém a tomar vacina. Esperamos que em dezembro toda a população acima dos 18 anos seja vacinada e que nós entremos na plena fase de normalidade em nosso Brasil", disse o presidente.

Assista à entrevista na íntegra:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários