Anne nega ter sido mandante da morte do namorado, Vitor Lúcio Jacinto, de 40 anos
Reprodução: Arquivo pessoal
Anne nega ter sido mandante da morte do namorado, Vitor Lúcio Jacinto, de 40 anos

A empresária Anne Cipriano Frigo, de 46 anos, teve a prisão novamente decretada pela Justiça de São Paulo, na última quarta-feira (18) . Ela, que é acusada de ser a mandante da morte do namorado, Vitor Lúcio Jacinto, de 40 anos, estava em liberdade desde 10 de agosto deste ano. Além de Anne, outro réu no crime é o corretor Carlos Alex Ribeiro de Souza, de 28 anos, que alegou ter sido contratado por R$ 200 mil para assassinar Vitor.

Carlos confessou ter atirado em Vitor quando os dois estavam de carro, passando pela Rodovia Castello Branco. Para sumir com o corpo, ele pediu ajuda a um amigo, identificado como Leandro Lopes Brasil, que já está preso. A polícia chegou ao local, próximo à represa do Guarapiranga, na Zona Sul da capital, dois dias depois.

Durante o período em que Vítor ficou desaparecido, o celular dele foi usado para despistar seu sumiço de modo a não gerar suspeitas de seus amigos e parentes. Foram enviadas mensagens para os tios da vítima e também a prestadores de serviços.

A polícia verificou que Anne e Carlos tentaram se apropriar dos bens de Vítor. Para isso, foi contratado um serviço de transportes para pegar alguns pertences dele, como uma bicicleta elétrica e uma motocicleta, televisores e outros objetos que estavam na cidade de Extrema (MG), onde vivem os tios da vítima.


Formada em Direito, Anne atuou na área financeira das empresas da sua família, que é do ramo de papelão. Ao lado de uma sócia, ela abriu, em 2017, o Museu da Imaginação, um espaço de lazer interativo para crianças. Segundo a instituição, Anne se desligou do grupo em dezembro do ano passado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários