Clínica fica localizada no Bairro Mirandão, no Crato
Reprodução/Arquivo pessoal
Clínica fica localizada no Bairro Mirandão, no Crato

A Polícia Civil prendeu um homem em flagrante por manter 33 mulheres presas em celas sem condições sanitárias. O diretor da clínica de repouso em Crato, no Ceará, também é investigado por abuso sexual, maus-tratos e cárcere privado. Segundo informaçõe do G1, o local abrigava idosas e internas com problemas psiquiátricos.

Policiais da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) cumpriram um mandado de prisão preventiva contra Fábio Luna dos Santos, 35 anos, diretor do estabelecimento, após denúncias de abuso sexual contra duas vítimas. 

No local, os policiais flagraram as internas presas em celas sem condições sanitárias. O homem também é investigado por apropriação de benefício das vítimas. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários