Vice-presidente Hamilton Mourão
Bruno Batista /VPR
Vice-presidente Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB-RS) disse nesta quarta-feira, 11, não acreditar que o desfile de blindados com Bolsonaro , na última terça-feira, 10, tenha sido realizado para pressionar o Congresso Nacional para aprovação da PEC do voto impresso. Ele afirmou que seria "extremamente ridículo" caso o objetivo da manifestação fosse esse mesmo. Mourão ainda disse que o assunto "voto impresso" está encerrado.

"A Marinha quis fazer uma homenagem ao presidente. Eu vejo dessa forma. Eu acho que estava marcado antes isso aí. Se fosse para ser colocado como uma forma de pressão no Congresso, seria extremamente ridículo. Não vejo dessa forma", disse o vice-presidente.

O desfile de veículos blindados das Forças Armadas realizado na Praça dos Três Poderes tinha, oficialmente, a finalidade de entregar um convite para Bolsonaro assistir a um exercício militar. O presidente participou da ato ao lado de ministros e comandantes militares. Mourão não esteve presente por não ter sido convidado.

A fala de Mourão foi feita para jornalistas quando ele chegava ao Palácio do Planalto nesta quarta. Sobre a derrota do voto impresso, ele disse:

"Acho que o assunto foi colocado. A própria Justiça Eleitoral, eu acho que vai se esforçar dentro do processo que existe para dar mais publicidade e transparência. Então acho que, no final das contas, saímos bem. Para mim está encerrado [o assunto]. O Congresso decidiu, está decidido".

- Com informações do portal G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários