A deputada é acusada e ter participado da morte de seu marido, pastor Anderson do Carmo
Fernando Frazão/Agência Brasil
A deputada é acusada e ter participado da morte de seu marido, pastor Anderson do Carmo

Após entra com recurso para barrar uma possível cassação de seu mandato -  e perder por 47 votos a zero -, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) enfrentará o plenário da Câmara Federal. Na próxima quarta-feira (11), os parlamentares federais votarão se a pastora continuará ou não seu mandato em Brasília. As informações são do jornalista Lauro Jardim.

Acusada pelo Ministério Público de ordenar o assassinato de seu ex-marido, o pastor Anderson do Carmo, em 2019, Flordelis terá a difícil missão de conseguir maioria absoluta na Câmara para manter-se como deputada federal.

Caso 257 dos 513 parlamentares votem pela confirmação da cassação, o relatório do deputado Alexandre Leite - aprovado pela Comissão de Ética - retirará a pastora do seu cargo eletivo.


Entre a alta cúpula da Câmara, o entendimento é de que o plenário votará pela cassação da deputada Flordelis, denunciada pelo MP por homicídio triplamente qualificado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários