Ministro do STF, Alexandre de Moraes
Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag Brasil
Ministro do STF, Alexandre de Moraes



O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quinta-feira, sem citar o presidente Jair Bolsonaro, que "ameaças vazias" e "agressões covardes" não afastarão a Corte de agir em defesa da democracia e da Constituição.


"Ameaças vazias e agressões covardes não afastarão o Supremo Tribunal Federal de exercer, com respeito e serenidade, sua missão constitucional de defesa e manutenção da Democracia e do Estado de Direito", escreveu Moraes em uma rede social.


Você viu?

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso praticam uma "ditadura de toga".  Bolsonaro também disse que a "hora" de Moraes "vai chegar" e afirmou acreditar que "está chegando" o momento de agir fora da Constituição , sem explicar a que se referia nos dois casos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários