Ministro Braga Netto nega teor das declarações
Fernando Frazão/Agência Brasil
Ministro Braga Netto nega teor das declarações



A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou a convocação do ministro da Defesa, o general Walter Braga Netto. O objetivo é ouvi-lo sobre as  supostas declarações contra as eleições em urnas eletrônicas. A informação é da CNN.

A decisão ocorre após a divulgação de uma possível fala do ministro: "Sem voto impresso, não haverá eleições", fazendo coro ao discurso do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Você viu?

Tal recado teria sido dado ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas-AL) e a outros interlocutores, no último dia 8 de julho, segundo o jornal "O Estado de S. Paulo". 

O ministro nega o teor da conversa, embora, de acordo com a CNN, Braga Netto divulgou uma nota em que classificou como "legítima a discussão do voto impresso analisada por quem compete decidir sobre o tema".


"Acredito que todo cidadão deseja maior transparência e legitimidade no processo de escolha dos seus representantes no Legislativo e Executivo em todas as instâncias", afirmou o ministro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários