Governador Eduardo Leite foi a capital para acompanhar os desdobramentos do incêndio
Reprodução
Governador Eduardo Leite foi a capital para acompanhar os desdobramentos do incêndio

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), usou seu perfil numa rede sociail para dizer que vai a Porto Alegre para acompanhar os desdobramentos de um incêndio que atingiu o prédio da Secretaria de Segurança Pública . "Estou retornando (...) para acompanhar o terrrível incêndio que consumiu o prédio sede da SSP. (...) Lamento a tragédia material, que não irá diminuir o ímpeto de combate ao crime", escreveu ele.


Leite destacou que as perícias para identificar como o fogo começou serão relizadas e disse que a equipe de governo "trabalha para dar rápido encaminhamento para evitar solução de continuidade às atividades das secretarias de Segurança e de Administração Penitenciária".

As chamas começaram por volta das 22h desta quarta-feira. Parte da estrutura desabou pouco depois. O incêndio foi controlado pouco antes das 5h da madrugada de hoje. Ainda não se sabe a causa. Ninguém ficou ferido, mas há dois bombeiros desaparecidos.

Você viu?

O vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, lamentou o ocorrido e afirmou que estão sendo adotadas medidas de precaução, em parceria com a Prefeitura de Porto Alegre, para isolar as áreas próximas e evitar a ampliação dos danos. Ele disse ainda que a prioridade é localizar os bombeiros.

"O governo está em ação permanente para não paralisar os serviços e garantir a mais rápida apuração possível", escreveu Ranolfo nas redes sociais. "Nossa prioridade passa a ser a localização dos dois colegas bombeiros . Ao mesmo tempo em que damos sequência às ações do gabinete de crise, estaremos monitorando os trabalhos", prosseguiu.


A pasta também informou que as saídas da capital pela Avenida Castelo Branco, no entorno da rodoviária de Porto Alegre, estarão bloqueadas por necessidade de avaliação estrutural do prédio da SSP, que ainda pode sofrer desabamentos parciais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários