Diretor que autorizou reverendo a negociar vacinas é exonerado
Agência Brasil
Diretor que autorizou reverendo a negociar vacinas é exonerado

Lauricio Monteiro Cruz, diretor do departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde , foi exonerado pelo  governo federal na manhã desta quinta-feira (08). A informação já foi publicada e oficializada no Diário Oficial da União (DOU).

Uma reportagem da TV Globo evidenciou que foi Laurício quem autorizou o reverendo Amilton Gomes de Paula - presidente da Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários (ou Senah) - a negociar a aquisição de 400 milhões de doses à pronta entrega das vacinas da AstraZeneca. A empresa envolvida seria a Davati Medical Supply.

"Inicialmente agradecemos a disponibilidade da Senah, representada por sua pessoa (...) Na apresentação da proposta comercial para fornecimento de 400 milhões de doses da vacina AstraZeneca . Todos os processos de aquisição de vacinas no âmbito do Ministério da Saúde estão sendo direcionados pela Secretaria Executiva", revela um email enviado pelo diretor de Imunização do Ministério da Saúde, Monteiro Cruz.

Em 09 de março, Cruz enviou um email para o presidente da Davati, Hernan Cardenas, e informou "que o Instituto Nacional de Assuntos Humanitários, representado pelo seu presidente Amilton Gomes, esteve no Ministério da Saúde em agenda oficial da Secretaria de Vigilância em Saúde e no Departamento de Logística com a discussão sobre as tratativas sobre a vacina da AstraZenica (sic) e que o mesmo foi encaminhado para a Secretaria Executiva do Ministério da Saúde".


No dia seguinte, o reverendo agradeceu "a confiança depositada em nossa instituição em conduzir negociações com o Ministério da Saúde do Brasil".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários