Casas foram cobertas e ruas bloqueadas pela areia
Reprodução/NSC TV
Casas foram cobertas e ruas bloqueadas pela areia

Duas casas em Florianópolis (SC) foram cobertas por areia das dunas , que invadiu as residências e já chegou a bloquear ruas e derrubar portões. As moradias foram interditadas pela Defesa Civil da cidade por estarem em condições de risco.

Imagens divulgadas pela NSC , afiliada TV Globo , mostraram grandes quantidades de areia cobrindo as casas e invadindo os cômodos. Segundo a rede, essas residências já haviam sido interditadas em maio de 2017 e agora passam pela mesma situação.

"Tudo o que eu tenho está investido aqui e se eu abandonar a minha casa eu vou perder tudo o que eu tenho. É muito triste, desesperador, né. Mas creio que alguma solução vai ser tomada e que eu consiga não ter um dano como eu já tive", disse a moradora Denise Guimarães Santana.

Um portão foi derrubado pelo peso e a rua do bairro também foi bloqueada pela areia. "Se não cuidar, daqui uns três ou quatro meses a areia já vai estar ali na frente. Não queremos isso porque passamos por muito sacrifício pra construir", afirmou a moradora Maria Lemos Ferreira, à NSC .

Você viu?

Veja as fotos:


Em 2017, a região foi interditada pela Defesa Civil, que conseguiu remover o sedimento do local com a ajuda da Floram (Fundação Municipal do Meio Ambiente). Além disso, de acordo com a rede de televisão, um laudo geológico foi emitido na época e já apontava riscos de um possível retorno da areia no futuro.

"Identificamos que [a interdição] era necessária para a realocação do sedimento, construímos isso junto com a Floram, e fizemos a realocação desse material e agora estamos vivendo o mesmo problema", disse o agente da Defesa Civil Mario Alberto Leal.

A Prefeitura de Florianópolis informou, por meio de nota, que está acompanhando o avanço das dunas junto à Floram e garante que está alinhando as medidas de intervenção para garantir a segurança dos moradores e do meio ambiente. Às famílias que tiveram suas casas afetadas, a Secretaria de Assistência Social disponibilizou um hotel, mas elas preferiram ficar em casas de parentes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários