Reprodução/Youtube
"Dinheiro tem", diz Bolsonaro sobre custos de um eventual voto impresso nas eleições federais

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou com apoiadores na manhã desta quinta-feira (01), na saída do Palácio do Alvorada, e afirmou que as recentes decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) interferem nas eleições presidenciais de 2022 . Assista a declaração:


"Queremos eleições limpas ano que vem. Tiraram o Lula da cadeia e o tornaram elegível para ele ser presidente na fraude. Isso não vai acontecer", ressaltou o presidente.

Bolsonaro aproveitou para criticar os magistrados da Suprema Corte, ao dizer que "há uma articulação de três ministros para não ter o voto auditável. Se não tiver, eles terão que apresentar uma maneira de realizarmos eleições limpas. Se não, vamos ter problemas no ano que vem."


Em sua fala, o presidente previu "problemas" que acontecerão no próximo pleito do executivo nacional. "Estou me antecipando a problemas no ano que vem, com o voto auditável. Para termos a certeza, em quem o povo votar, vai ser eleito. Como está, a fraude está escancarada. Não vai ser só para presidente. Para governador, para senador. Fraude!"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários