Polícia em loja que seria usada por milícia na Baixada Fluminense
Foto: Reprodução
Polícia em loja que seria usada por milícia na Baixada Fluminense

O miliciano Danilo Dias Lima, o Tandera, que é considerado o criminoso mais procurado do estado  do Rio de Janeiro, é alvo de uma operação nesta segunda-feira. O objetivo da Polícia Civil é asfixiar diferentes fontes de renda da milícia que é chefiada por Tandera , na Baixada Fluminense. Até as 13h50m, 11 pessoas já haviam sido presas.

O grupo do paramilitar domina partes de Nova Iguaçu e o município de Seropédica. Ele e Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko , que era chefe da maior milícia do Rio de Janeiro e que foi morto há uma semana, chegaram a ser aliados. No entanto, no ano passado, a parceria foi rompida e ambos se tornaram desafetos. Os investigadores apuram se, com a morte de Ecko , Tandera esteja expandido seu território .

Você viu?

Nesta segunda, policiais da Divisão de Capturas da Polinter prenderam o responsável pelos furtos de sinal de TV a cabo da milícia. Já a Delegacia de Defesa de Serviços Delegados (DDSD) desarticulou depósitos de gás clandestinos e provedores ilegais de internet explorados pela milícia.

Por sua vez, a Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) estourou diversos estabelecimentos comerciais em Nova Iguaçu e Seropédica explorados pela milícia que comercializam produtos piratas e TVs Box. A Delegacia do Consumidor (Decon) e a Delegacia Fazendária (DELFAZ) interditaram estabelecimentos comerciais explorados pelo bando. Agentes estiveram em supermercados e lojas que vendiam mercadorias sem nota.

Entre os crimes investigados estão cobranças irregulares de taxas de segurança e de moradia; instalações de centrais clandestinas de TV a cabo e de internet; armazenamento e comércio irregular de botijões de gás e água; empresas de GNV ilegais; parcelamento irregular de solo urbano; exploração e construções irregulares, areais e outros crimes ambientais; comercialização de produtos falsificados e contrabando; transporte alternativo irregular e estabelecimentos comerciais explorados pela milícia e utilizados para lavagem de dinheiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários