Prédio que desabou em Rio das Ostras deixou 2 vítimas
Reprodução: iG Minas Gerais
Prédio que desabou em Rio das Ostras deixou 2 vítimas


 Genivan Gomes Macedo, apontado como responsável pela construção do prédio de quatro andares que desabou em Rio das Pedras, no Rio de Janeiro lamentou a morte do filho, Natan Gomes, de 30 anos, e da neta, de apenas 2 anos. “Nunca imaginei que isso fosse acontecer”.

Ouvido pela Polícia na última quinta-feira (3) , Genivan revelou que tinha planos de se mudar com a família daquela região:

"Eu queria tirar meus filhos de lá, mas não deu tempo", afirmou. "É muita bagunça, muito barulho aquilo lá, mas não conseguiram mudar. Eu deixei aquele prédio para os meus filhos, nunca imaginei que isso fosse acontecer”, declarou em entrevista ao Uol.

A nora de Genivan, Kiara Abreu, de 28 anos, que perdeu marido e filha no desabamento, permanece internada em estado grave, e seu quadro é instável. No local, moravam sete pessoas, sendo que duas já receberam alta, uma está internada com quadro estável e outra não estava no local no momento da queda.

“Nunca percebemos nada errado na estrutura: afundamento, rachadura, nada. Não seria louco de fazer um prédio com a intenção de acontecer uma tragédia dessa. A gente que mora em comunidade não tem engenheiro, nada disso”, afirma Genivan sobre a construção do edifício.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários