Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Anápolis
Divulgação/PCGO
Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Anápolis

Uma jovem de 17 anos foi estuprada depois de aceitar carona de um desconhecido. A adolescente teria pego um ônibus errado e, na tentiva de se localizar, aceitou a ajuda de um homem. O caso que ocorreu em Anápolis, a 55 km da capital goiana, foi denunciado à Polícia Civil. O Conselho Tutelar também participa da investigação do caso.

A jovem relatou à corporação que o crime ocorreu na última segunda-feira (31/5), por volta das 18h, no Residencial Leblon, na região leste da cidade. Ela ia para a casa de uma tia, mas, por distração, pegou o ônibus errado e desceu em um bairro desconhecido, já no final da tarde.

Para se orientar, a jovem pediu informações em uma loja de peças para motos. Segundo informações da polícia, ao sair do local, a adolescente foi abordada por um homem, ainda não identificado, em um carro vermelho . O indivíduo ofereceu ajuda para a adolescente e disse que a levaria para o local desejado, e ela aceitou.

No relato, a garota contou que o homem estava armado com uma faca e a levou para uma estrada de terra que dava acesso a um matagal. Depois do ato, a jovem conseguiu escapar e procurar ajuda. Ela foi socorrida pelo dono de um sítio da região, que acionou a Polícia Militar .

A adolescente procurou a  Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Anápolis , acompanhada da avó, para registrar o caso. De acordo com a delegada, Kenia Segantini, a jovem já fez o exame de corpo de delito e conseguiu fazer a descrição do homem. Com isso, a corporação já iniciou as buscas pelo indivíduo.

“Ela descreveu o criminoso como sendo um homem de trinta e poucos anos, moreno, barba “rala”, meio gordo, estatura mediana, cabelo crespo de cor escura, trajando bermuda jeans e camiseta vermelha em um veículo semelhante a um celta de cor vermelha”, disse a delegada ao G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários