No último ano houve aumento no número de crimes ciolentos; Em 2021, registros diminuíram
Banco de Imagens/Pexels
No último ano houve aumento no número de crimes ciolentos; Em 2021, registros diminuíram

O Índice Nacional de Homicídios apresentou uma queda de 11% no número de homicídio , latrocínio e lesão corporal seguida de morte ocorridos no primeiro trimestre deste ano, no Brasil. Os dados foram comparados com o mesmo período do ano passado. As informações são do portal G1.

Foram contabilizadas 10.663 mortes violentas entre janeiro, fevereiro e março de 2021. No último ano, haviam sido 12.007 vítimas de crimes violentos - com feminicídio incluso.

O especialista em violência, Bruno Paes Manso, questiona a circunstâncias na queda dos casos. "Será que a tendência de queda vai permanecer ou vai ficar restrita ao primeiro trimestre? Não custa lembrar que esse trimestre está sendo comparado com dois meses do ano passado que não registraram epidemia. Em compensação, no ano passado, apesar da pandemia, os homicídios cresceram."


Apenas Maranhão, Paraíba e Piauí - do Nordeste - Pará e Roraima - do Norte - registraram uma alta nos números de assasinatos.

O Distrito Federal apresentou a maior queda nos casos, com -37% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já Roraima registrou o maior crescimento, com aumento de 19% nos números.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários