Randolfe Rodrigues diz que Pazuello se auto indiciou ao ir em ato com Bolsonaro sem máscara
Pedro França/Agência Senado
Randolfe Rodrigues diz que Pazuello se auto indiciou ao ir em ato com Bolsonaro sem máscara

Randolfe Rodrigues (Rede-AP), senador e membro da CPI da Covid , declarou que a participação do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na manifestação em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi "o primeiro caso em uma CPI no qual a pessoa se indicia." As informações são da jornalista Camila Mattoso.

"O senhor Eduardo Pazuello se indiciou. O que ele fez hoje é crime contra a saúde, contra regras de conduta do Exército, contra autoridade judicial", argumenta Randolfe.

Ao depor para a CPI na última quarta-feira (19), Eduardo argumentou que, quando foi registrado caminhando sem mascara em um shopping na cidade de Manaus, ele, na verdade, se encaminhava a uma loja para comprar o equipamento de proteção individual.

Ao que indica, o ex-ministro da Saúde deve ser reconvocado para um novo depoimento na comissão de inquérito, fato que anima o parlamentar. "Aguardamos o Pazuello ansioso, mais que o vigia pela aurora."


Randolfe tambeém avalia que a manifestação realizada pelo presidente Jair Bolsonaro é um ato de desespero do governo. "Ele está acuado com os notórios acontecimentos e tenta desviar o foco."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários