Ricardo Nunes nega ser um político de extrema-direita
Foto: Reprodução/Prefeitura de SP
Ricardo Nunes nega ser um político de extrema-direita

Ricardo Nunes (MDB) viveu nesta segunda-feira (17) seu primeiro dia como prefeito de São Paulo . Em sua agenda, acompanhou a retomada da imunização de gráidas e puérperas no Allianz Parque, zona oeste da capital paulista.

Ao conversar com a imprensa, Nunes negou ser de extrema-direita e disse que não fará mudanças no secretariado ou na maneira da condução do ex-prefeito Bruno Covas (PSDB), que faleceu na manhã do último domingo (16).

"A gestão [atual] é a gestão Bruno Covas. Quando você foi lá votar tinha a foto do Bruno e a minha. Não existe nenhuma mudança, nenhuma alteração", ressaltou Ricardo, que disse ter participado na escolha dos secretários.

Nunes estava em exercício do cargo desde o início do mês, após Covas se licenciar para tratar de um câncer, mas a partir de hoje passa a despachar oficialmente como prefeito da cidade. E negou que haverá mudanças ideológicas ou ser de 'extrema-direita.


"Vejo alguém falar que sou de extrema-direita, não sei de onde tiraram essas colocações. É aquele pensamento igual ao do Bruno: defesa incondicional da democracia. A democracia é o principal legado que podemos ter."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários