Larissa Pereira do Nascimento, de 22 anos, foi atacada por namorado João Paulo, de 23 anos, com taco de beisebol
Reprodução/TV Globo Brasília
Larissa Pereira do Nascimento, de 22 anos, foi atacada por namorado João Paulo, de 23 anos, com taco de beisebol

No domingo (09), no Distrito Federal , uma jovem foi morta após ser atingida com um taco de beisebol em Itapoã. Seu companheiro foi apreendido como o principal suspeito do crime. As informações foram apuradas pelo Uol.

De acordo com as informações da TV Globo, Larissa Pereira do Nascimento, de 22 anos, já foi agredida em outras ocasiões por João Paulo de Moura Santos, de 23 anos. Em abril, ele foi autuado na Lei Maria da Penha , pelos crimes de lesão corporal, injúria, ameaça e dano qualificado contra a mulher.

Porém, devido uma audiência de custódia, a liberdade foi concedida para o suspeito que chegou até a ser monitorado por uma tornozeleira eletrônica. Segundo Ricardo Nogueira Viana, delegado do caso,"eles [o casal] voltaram a conviver, em tese, normalmente", com a apreensão pelas agressões.

E na madrugada de ontem, vizinhos do casal notaram uma movimentação que poderia ser de violência doméstica e ligaram para as autoridades. Entretanto, ao chegar no local da denúncia, os policiais foram atendidos pela mãe do suspeito, que negou as acusações e dispersou as autoridades. 

Após terem deixado a casa do suspeito, João Paulo sai de bicicleta e conta que assassinou Larissa com um taco de beisebol. "Um crime grotesco, abrupto", relatou o delegado.

A polícia então, iniciou as buscas por João Paulo que foi encontrado na casa de seu pai, onde estava se escondia. Com isso, as autoridades o apreenderam em flagrante por feminicídio . Sua mãe também está sendo investigada como cúmplice após ter negado aos policiais sobre agressão em sua casa. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários