CPI da Covid organiza investigação e governistas miram Renan Calheiros
Edilson Rodrigues/Agência Senado
CPI da Covid organiza investigação e governistas miram Renan Calheiros

Na tarde desta quinta-feira (29), a  CPI da Covid irá definir quais serão as primeiras etapas de trabalho. A comissão terá como principal foco de investigação a atuação do governo federal no embate ao novo coronavírus. Enquanto isso, senadores governistas buscam minar a relatoria de Renan Calheiros (MDB-AL).

Existe a possibilidade de, já nesta quinta, os senadores envolvidos na comissão votem parte dos mais de 250 requerimentos protocolados - somente no primeiro dia de CPI foram 173. O foco seria na realização de depoimentos de membros e ex-integrantes do governo Bolsonaro.

Entre os pedidos apresentados, e que coincidem com os planos da comissão, encontram-se a convocação de:

  • Diretores de laboratórios e especialistas da saúde pública
  • Ministros e ex-ministros dogoverno federal
  • Governadores
  • Prefeitos

Outras autoridades que estão nos planos de serem ouvidos pela CPI, estão:

  • Tribunais de Contas
  • Procuradoria-Geral da República
  • Agência Nacional de Vigilência Sanitária
  • Polícia Federal

O vice-presidente da comissão parlamentar de inquérito, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), declarou que "essa CPI não é contra o governo, não é a favor da oposição. Essa CPI tem uma obsessão: a persecução dos fatos que levaram ao agravamento da pandemia. Chamar qualquer um, seja ministro de Estado ou não, vai de acordo com a conveniência da persecução dos fatos".


Na próxima terça-feira (04), a comissão deverá ouvir o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, que desde que saiu do governo federal, tornou-se forte crítico a gestão Bolsonaro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários