Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)
Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

Nesta terça-feira (6), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) voltou a criticar os defensores da implementação do lockdown no Brasil. Em postagens feitas em uma rede social, o filho do presidente afirmou que a medida é usada em uma "guerra de narrativas" por quem tem "outro interesses que não a saúde e o emprego".

"O lockdown  não mata só os empregos. Num ambiente confinado o vírus se prolifera mais facilmente. E fica no ar a pergunta: onde lockdown teve sucesso? Qual estudo científico comprova a sua eficiência? Nenhum, mas quem o decreta a todo momento arrota 'ciência, ciência, ciência'", disse Eduardo .

"Não entre como um peão nesse xadrez político. Aprenda a se informar, veja quais pessoas e fontes são confiáveis para você formar sua convicção sem se contaminar por esta guerra de narrativas que tem outros interesses que não a sua saúde e seu emprego", concluiu o deputado.

A fala ocorre poucos dias após um grupo de especialistas ter enviado uma carta aberta ao presidente Bolsonaro e outros governantes defendendo um  lockdown de três semanas em todo o país , o que poderia salvar até 22 mil vidas apenas no mês de abril.

No texto, assinado por mais de 30 cientistas, pesquisadores e economistas, eles ressaltam também que a média móvel de mortes causadas pela Covid-19 poderia ser reduzida pela metada com o lockdown mais rígido, proporcionaria um maior tempo para a vacinação e dificultaria o surgimento de variantes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários