Mulher é preso após ofender e perseguir por 14 anos casal de vizinhos no DF
Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Mulher é preso após ofender e perseguir por 14 anos casal de vizinhos no DF

Na segunda-feira (05), no Distrito Federal , uma mulher de 55 anos foi apreendida pela Polícia Civil (PCDF), por injúria preconceituosa e perseguição, na operação Mau Vizinho 2 , representada pela 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires). As informações foram apuradas pelo Estado de Minas.

Por cerca de 14 anos , a acusada era suspeita de perseguir o casal de moradores, de 47 e 39 anos, com atos de injúria e tiravam a sua liberdade e privacidade. Segundo informações da investigação, a situação começou após o casal começar uma obra em uma casa ao lado do muro da residência da mulher.

Com isso, a mulher passou a ofender o homem, o chamando de burro pela maneira em que ele estaria optando por construir sua casa. Com o tempo, as ofensas foram se identificando e passou a diferir xingamentos. De acordo com o depoimento das vítimas a polícia, depois de um determinado tempo, a mulher escalava o muro com uma escada e dizia que o vizinho “era um preto de alma preta”.

Ainda conforme as informações das autoridades, a mulher passou a jogar objetos na piscina dos vizinhos como papel higiênico, absorvente, areia, caixa de sapato, embalagem de marmita e até fezes. Após denúncia, a 38ª DP se encaminhou até o local da denúncia e levou os envolvidos para a delegacia. A mulher foi presa em flagrante pelos crimes de injúria preconceituosa e perseguição, e foi encaminhada para a carceragem da PCDF.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários