Após 21 anos, Justiça do Ceará absolve Marcola por roubo milionário
Reprodução
Após 21 anos, Justiça do Ceará absolve Marcola por roubo milionário

A Justiça do Ceará absolveu Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola , do envolvimento em um roubo de R$1,4 milhão da Nordeste Segurança de Valores, em Caucaia-CE , em dia 28 de fevereiro de 2000. As informações são do jornalista Josmar Jozino .

Segundo o Ministério Público do Ceará, Marcola - como líder da quadrilha - e Silvio Carvalho Junqueira estariam envolvidos no sequestro de familiares de dois funcionários da empresa responsáveis pelo cofre da transportadora de valores.

De acordo com o MP, um dos presos teria afirmado que Marcola liderou a operação. A denúncia partiu com base neste depoimento . Marcola foi interrogado por carta precatória em novembro de 2001 e alegou não ter participado do roubo por estar preso em São Paulo.

Em 2002, autoridades ligadas à Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo atestaram que Marcola e Silvio Junqueira encontravam-se presos no dia do roubo à Nordeste Valores.


O MP-CE pediu a Justiça sua condenação pois o crime iria prescrever em novembro deste ano, porém, o entendimento foi de que Marcola era inocente da acusação. Atualmente, o líder do PCC cumpre sua pena de 330 anos na Peniteciária Federal de Brasília.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários