Guardas municipais encerraram uma aglomeração com mais de 60 pessoas na Praia do Éden, em Guarujá, no litoral de São Paulo
Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá
Guardas municipais encerraram uma aglomeração com mais de 60 pessoas na Praia do Éden, em Guarujá, no litoral de São Paulo

A Guarda Civil Municipal encerrou uma aglomeração com mais de 60 pessoas na Praia do Éden, em Guarujá, no litoral de São Paulo, no sábado (27). Este é o primeiro fim de semana em que o município adotou ações ainda mais restritivas para conter a pandemia.

Os profissionais encontraram mais as pessoas aglomeradas na faixa de areia sem a utilização de máscaras. Segundo as equipes, a maioria eram jovens, que estavam com aparelhos de som no volume máximo, o que, segundo o município, é proibido em qualquer praia da cidade. Além disso, muitos estavam tomando banho de mar.

As medidas, definidas como lockdown pela prefeitura, buscam conter a transmissão da Covid-19 e evitar a entrada de turistas durante o feriadão na capital paulista.

Você viu?

De acordo com a Guarda Civil Municipal, três caixas de som foram apreendidas e seis veículos multados por estacionamento irregular, a maioria com placas de São Paulo.

Todas as praias das cidades da Baixada Santista estão com acesso proibido desde o dia 15 de março, após a fase emergencial, estabelecida pelo governo de São Paulo.

Para impedir que turistas se desloquem ao local, o Guarujá montou seis barreiras sanitárias nas entradas da cidade, principalmente, por conta do feriadão em São Paulo. Até o dia 4 de abril, em toda a Baixada Santista, haverá restrição de circulação de pessoas e veículos, e funcionamento apenas de serviços estritamente essenciais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários